Impressora 3D

Durante a nossa última offseason adquirimos duas impressoras 3D, modelo Hipercube core xy, fabricadas pela empresa nacional GO3Ds.

Antes de tudo temos que apresentar alguns conceitos sobre impressão 3D para te explicar a nossa necessidade e escolha.

Foto das impressoras da equipe.

Um pouco da história das impressoras 3D:

Por mais que pareça ser uma tecnologia atual, ela foi inventada no início da década de 80, ou seja a mais de 30 anos.

Uau, isso é muito tempo não é?!

O considerado criador dela foi o engenheiro norte americano Chuck Hull, que inventou e utilizou o método da estereolitografia para criar sua primeira versão da máquina.

O inventor, Chuck Hull

Em 1986 ela foi patenteada e em seguida Hull montou a fábrica 3D Systems  que é referência mundial no setor até hoje.

Uma impressora tipo estereolitografia traz como método um laser preciso que endurece uma resina que é sensível a luz.

Geralmente por esse tipo os objetos físicos acabam precisando de acabamento.

Entretanto, todos os dias, novos tipos de impressora 3D surgem com propósitos voltado tanto ao uso industrial quanto doméstico.

Temos outros exemplos comuns:

  • Extrusão – FDM: O mais acessível de todos, funciona liberando camadas de um material plástico aquecido como ABS, PLA e PETG. (Inclusive é o usado pela equipe)
  • Por luz – DLP: Parecido com a estereolitografia (SLA) porém, usa fontes de luz tradicionais invés de laser, como lâmpadas de arco, para enrijecer o material.

É bom lembrar que dependendo do método da impressora escolhida o preço dela pode variar muito, podendo custar  R$800,00 ou até R$45.000,00. Vai de acordo com a necessidade de aplicação e a quantidade de detalhes exigidos.

Nosso método:

Já que utilizamos uma FDM é bom destacar alguns pontos dela não citado antes.

Apesar de apresentar algumas limitações como não dar um acabamento lisinho igual nos objetos produzidos por injeção ela traz vantagens como durabilidade ao objeto impresso, a impressora é compacta, relativamente simples de operar e dar manutenção e o melhor de todos com um custo de produção mais baixo de todas as outras tecnologias.

O formato do arquivo que ela imprime é normalmente .STL.

Você sabe como funciona uma impressora 3D?

Para começar deve-se “construir” o objeto que você queira imprimir de forma tridimensional em um software de modelagem.  

Um exemplo de software de modelagem é o SolidWorks – programa que usamos aqui na FRC5800 para a construção do robô e para as nossas oficinas de modelagem 3D.

Com o modelo pronto converte-se o arquivo de acordo com o padrão de formato da impressora.

Depois de inserir a matéria prima, que pode variar, a peça é impressa camada por camada, elas se sobrepõe até formar o objeto desejado.  

Vale lembrar que existem repositórios onde encontramos modelos 3D já produzidos e disponibilizados por outras equipes FRC, mas não são só peças de robôs que encontramos em sites como THINGIVERSE, Cult3D, grabcad. Com a popularização das impressoras 3D muitas pessoas já modelam e imprimem objetos de decoração, brinquedos e até pequenas soluções para casa e empresa.

Uma de nossas mentoras de nossa equipe mostrando engrenagens produzidas pela impressora 3D.

Mas por que a FRC5800 precisa dela?

Muitas vezes na construção dos robôs há necessidade de peças feitas sob medida e não há tempo para sua usinagem ou compra.

Logo, a compra da impressora foi um jeito mais prático e rápido para conseguirmos essas peças.

Alguns exemplos práticos de sua utilização em projetos que fazemos são cases e suportes para proteção e montagem da eletrônica do robô, espaçadores e mancais para rolamentos, estabilizadores de câmera, etc.

No momento apenas 4 pessoas da equipe estão aptos a utilizar o equipamento, pois elas que participaram do curso oferecido pelo fabricante.

Entretanto, todos os alunos da equipe podem criar seus próprios modelos 3D e pedirem a impressão.

Detalhes das nossas impressoras 3D:

Elas têm uma área de impressão de 20x20x19cm e suas impressões podem ser feitas a partir de cartões SD e cabo USB.

A matéria prima escolhida para a produção dos nosso objetos é o PLA (plástico de poliácido láctico), um termoplástico biodegradável derivado de fontes renováveis como raízes de mandioca, cana e de amido de  milho, por isso a nossa opção, mais ecologicamente amigável.

Foto da mesa de impressão, que serve como base para as peças que forem feitas.

As impressoras têm sido de grande importância  durante a nossa Build Season. Com elas conseguimos fazer espaçador, suporte para controlador de motor, engrenagem, chaveiro da equipe, etc.

Comente aqui embaixo o que você imprimiria caso tivesse uma impressora 3D e não esqueça de compartilhar com os amigos.


Compartilhe esse post!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Gostou do post? Deixe um comentário!

Fechar Menu
pt_BRPT_BR
en_USEN pt_BRPT_BR